O SINPROESC, cassa no plenário do Tribunal a decisão da presidente da corte, que havia suspendido a reintegração dos professores da Estácio de Sá.

Vamos solicitar ao Juiz de primeiro grau, informando também ao Tribunal a imediata reintegração.

É ponto de honra para o SINPROESC reintegrar os professores. Nossa ação aqui em Santa Catarina, vai servir de jurisprudência para todo o País, é o caminho para destruirmos a Reforma Trabalhista.

Atenciosamente,

Prof. Carlos Magno da Silva Bernardo
Presidente