Como é do conhecimento de todos a Ação nº 0302400-27.2009.5.12.0037 que trata sobre as diárias tem como autor o Ministério Público do Trabalho, não é o sindicato. O SINPROESC preocupado com várias divergências sobre o valor dos pagamentos, professores que não constam da relação apresentada pela Unisul e outras discordâncias detectadas em conversas com a categoria, entrou em contato com o MPT que é o autor da ação, com o objetivo de buscar informações para resolver estas questões, como também, solicitar autorização para que em nome da categoria fizesse essa intermediação, o que foi aceito pelo Ministério. Após o levantamento, no dia 16 encaminhamos uma relação com os nomes dos professores que nos retornaram com questionamentos acerca da referida ação.  

        Após o encaminhamento da demanda levantada pelo sindicato o MPT nos respondeu ontem com a seguinte mensagem: “EM VIRTUDE DESSAS INFORMAÇÕES O MPT PETICIONOU NOS AUTOS PARA PEDIR UM PRONUNCIAMENTO JUDICIAL A RESPEITO. ESTAMOS AGUARDANDO A RESPOSTA DO JUÍZO. ASSIM QUE TIVER ESTA RESPOSTA, ENTRO EM CONTATO. JÁ PROTOCOLIZAMOS NA SEMANA PASSADA”. Agradecemos a participação do sindicato isso demonstra sua preocupação com a categoria que representa.

        Vamos aguardar o retorno do Juízo. Esse é o papel do sindicato. Mesmo não sendo o autor da ação, mas sendo o legítimo representante, entendemos que sempre teremos este compromisso com a categoria.

        Para continuarmos nesta luta em defesa dos nossos direitos, FILIE-SE.

Atenciosamente,

Prof. Carlos Magno da Silva Bernardo
Presidente