Entre os dias 28 de maio e 1° de junho, a cidade de Florianópolis sediará o 2º Fórum Mundial de Educação Profissional e Tecnológica. O evento, vinculado ao Fórum Mundial de Educação, tem como tema “Democratização, Emancipação e Sustentabilidade” e reunirá estudantes, professores, pesquisadores, integrantes da sociedade civil e de associações de vários países para discutir sobre o assunto.
Waléria Kulkamp Haeming, secretária-executiva do Fórum, explica que o objetivo é “levantar propostas que integrem a plataforma mundial de Educação”, a qual prevê “um mundo melhor através da educação”. De acordo com ela, até agora, 17 mil pessoas de várias partes do mundo estão inscritas no evento, mas a expectativa é que a quantidade de participantes chegue a 20 mil.
Segundo Waléria, as inscrições são gratuitas e seguem até o dia 27 de maio. Para se cadastrar, basta acessar o site www.forumedutec.org e clicar no link “Quero Participar”.
A partir do tema “Democratização, Emancipação e Sustentabilidade”, o Fórum discutirá questões relacionadas à universalização da educação, educação a partir de uma perspectiva de emancipação, avanço da tecnologia e da inovação com foco no desenvolvimento sustentável, entre outros assuntos.
Na ocasião, o(a)s participantes ainda terão a oportunidade de debater sobre o “contexto mundial de políticas públicas para a Educação Profissional e Tecnológica (EPT)”, o “papel institucional, político e social da EPT”, “ações afirmativas para Educação Profissional e Tecnológica”, “educação integral na EPT”, “perspectivas curriculares” e “formação de trabalhadores e trabalhadoras da EPT”.
“Trabalho e educação numa perspectiva emancipatória”, “juventude, tecnologias e inovação”, “educação profissional e desenvolvimento sustentável” e “educação profissional no contexto da reestruturação produtiva” também serão algumas questões debatidas no encontro.
Além de debates, a programação do Fórum ainda contemplará atividades autogestionadas, palestras, painéis, apresentações culturais, mostras de pôsteres e de inovação tecnológica, e feiras gastronômicas, de economia solidária e do livro.
O primeiro Fórum foi realizado em 2009, em Brasília. Para mais informações, acesse: www.forumedutec.org
Fonte: Karol Assunção – Adital.